Segunda, 14 de Junho de 2021 14:47
(86) 9 9594-6614 / (86) 9 9865-1372
Geral José Ribamar

Presidente do TJ garante que irá homologar concurso dos cartórios

“Temos todo interesse de homologar o concurso, vamos respeitar as decisões judiciais e convocar os aprovados”. Disse Oliveira.

08/06/2021 08h08 Atualizada há 6 dias
Por: Nunes
 Foto: Roberta Aline/Cidadeverde.com
Foto: Roberta Aline/Cidadeverde.com

O presidente do Tribunal de Justiça do Piauí, desembargador José Ribamar Oliveira, confirmou ao portal Cidadeverde.com que irá homologar o concurso de cartórios. Oliveira disse que não recebeu nenhum comunicado do STJ (Superior Tribunal de Justiça) e CNJ (Conselho Nacional de Justiça), mas que irá cumprir as duas decisões.  

“Temos todo interesse de homologar o concurso, vamos respeitar as decisões judiciais e convocar os aprovados”. Disse Oliveira. 

A ministra Maria Thereza de Assis Moura, Corregedora Nacional de Justiça, intimou o Tribunal de Justiça do Piauí a apresentar, no prazo de 30 dias, o novo cronograma de finalização concurso cartórios, que já se arrasta há mais de oito anos. O despacho, publicado no último sábado (05), acontece após o Superior Tribunal de Justiça determinar a homologação do certame em decisão proferida no início da última semana. 

No documento, a magistrada aponta que não há mais impedimentos para a continuidade do certame e solicita que o TJ-PI encaminhe informações atualizadas sobre o andamento do mesmo. 

"Dessa forma, diante do novo horizonte jurídico processual, intime-se o Tribunal de Justiça do Estado do Piauí para que, no prazo de 30 dias, encaminhe informações atualizadas sobre o andamento do Concurso Público para Outorga de Delegações de Notas e de Registro daquele Estado e apresente o novo cronograma de finalização do certame", diz um trecho do despacho. 

Lançado há oito anos, o concurso dos cartórios possui 239 vagas para unidades extrajudiciais do Tribunal de Justiça do Piauí. A seleção teve 1.756 inscritos de todo o país, entre juízes e procuradores aposentados.

O concurso foi judicializado após divergências sobre data limite para recebimento de documentos para a prova de título. Insatisfeitos, candidatos recorreram ao Superior Tribunal de Justiça(STJ) onde se iniciou uma longa batalha judicial. 

Um resultado provisório chegou a ser divulgado pelo Tribunal de Justiça do Piauí em junho do ano passado, pouco antes do certame voltar a ser suspenso por decisão do STJ. 

De acordo com um levantamento da Corregedoria do TJ-PI, o Piauí tem atualmente 241 serventias extrajudiciais vagas, em diversos municípios. 

 

Clique e confira a íntegra do despacho 

 

Cidade verde

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias