Segunda, 14 de Junho de 2021 15:34
(86) 9 9594-6614 / (86) 9 9865-1372
Jurídico Marketing jurídico

A importância do Marketing na gestão da advocacia

Mas afinal, o que é marketing jurídico?

09/06/2021 07h00 Atualizada há 5 dias
Por: Cláudia Yasmim
Foto montagem: Layanne Oliveira/Jornal do Advogado
Foto montagem: Layanne Oliveira/Jornal do Advogado

Marketing é um conjunto de atividades que busca entender as necessidades e expectativas dos consumidores para que, de maneira geral, atue efetivamente e com rentabilidade no processo de criação e inovação de estratégias, oferta, gestão e fidelização do público alvo de um determinado produto ou serviço.

Trata-se de um instituto tão complexo e amplo que é até difícil defini-lo em tão poucas palavras, a American Marketing Association (AMA) conceituou da seguinte forma: " marketing é a atividade, conjunto de instituições e processos para criar, comunicar, entregar e oferecer trocas com valor para os consumidores, clientes, parceiros e sociedade em geral".

O universo do marketing é imenso, trata-se não somente de técnicas de vendas de produtos e serviços, mas também de planejamento rentável, objetivo e satisfatório para todos os envolvidos. Sua aplicação na gestão de empresas e na atividade profissional é essencial para entender e antecipar as necessidades do público alvo, planejando assim, estratégias mais assertivas e inovadoras, agregando valor para ambos os envolvidos.

Mas afinal, qual a importância do marketing na gestão da advocacia?

Infelizmente, durante a graduação não se aprende sobre gestão de carreira, prospecção de clientes, nem tampouco sobre a importância do uso das estratégias de marketing para dar um ponta pé inicial e alavancar na profissão, com isso, o profissional não consegue de imediato vislumbrar o escritório de advocacia como uma empresa, isso mesmo, uma empresa que precisa de gestão, organização e estratégias rentáveis.

O marketing jurídico nada mais é do que o uso das estratégias de marketing que podem ser executadas pelos profissionais da área jurídica, tanto no âmbito físico como no âmbito digital, visando a promoção da marca do advogado/escritório de forma a posicionar-se como autoridade, gerando confiança e credibilidade do profissional para com a sociedade, o que se torna fundamental para fidelizar clientes e parceiros, assim como para a prospecção de novas demandas. 

O uso do marketing na advocacia sempre seguiu conceitos tradicionais, remetendo ao Código de Ética e disciplina da OAB que proíbe o uso da propaganda na advocacia. Gerou-se com isso, um tabu no exercício da publicidade jurídica, que por muito tempo limitou os profissionais da área jurídica, tanto por medo de punição disciplinar, como por falta de informação, haja vista que a publicidade na advocacia não somente é permitida, como é regulamentada pelo CEOAB.

É importante esclarecer que o marketing jurídico não se confunde com a propaganda, assim como não se trata somente de meios de publicidade jurídica, o marketing no dia a dia da advocacia busca a satisfação e fidelização dos clientes como também a prospecção de novas demandas e parceiros; o que vai desde a organização e criação de estratégias internas para apresentação dos serviços prestados, no atendimento ao cliente, negociação de parcerias, acompanhamento processual e o posicionamento do profissional como autoridade do nicho de sua especialidade.

O código de Ética da OAB permite aos advogados fazerem publicidade dos seus serviços através da publicidade informativa, somente em caráter consultivo ou orientativo, zelando pela sobriedade e valores morais do exercício da profissão, logo, o profissional deve atentar-se para não fazer uso de ferramentas de marketing direto que possa ferir com o CEOAB, tais como o uso de telemarketing, panfletos ou qualquer outro meio de mercantilização da advocacia.

Como exemplo de estratégias de marketing, o advogado poderá participar de palestras e eventos jurídicos, online ou não, com caráter informativo e orientativo, demonstrando autoridade no nicho ao qual atua, bem como poderá conceder entrevistas em meios de comunicação, compartilhando posicionamento informativo sobre determinada situação, poderá ainda fazer uso de publicações jurídicas nas redes sociais, desde que com zelo e sobriedade, investindo assim, em marketing de conteúdo.

Outra estratégia é o uso do marketing de relacionamento, que está presente no dia a dia de todos os advogados, ele é, se não a maior, mas uma das maiores estratégias utilizada desde o início da advocacia, sendo um grande gerador de negócios para o escritório de advocacia. Cabe ao profissional construir uma rede de relacionamento com outros bons profissionais (networking) seja no âmbito online ou offline, estar sempre atento na estratégias de satisfação e assessoramento de clientes antigos, buscar parcerias com escritórios de diferentes áreas de especialização, e por fim, fazer sempre um bom trabalho, pois o famoso 'boca a boca" ou marketing de recomendação é ainda um ativo importante e rentável ao profissional.

Insta mencionar ainda, que o advogado deve inicialmente fazer um planejamento de carreira; o profissional deve entender qual o seu objetivo no Direito, qual sua área de destaque, o público alvo a ser atingido, qual problema quer evitar/resolver, como quer ser reconhecido, dentre outras. O planejamento de carreira impacta diretamente no direcionamento das estratégias de marketing jurídico, assim como no plano de ação do marketing, já que a partir dele serão desenvolvidos conteúdos com foco no público alvo e em todas as outras delimitações do objetivo fim do plano de carreira do advogado e escritório de advocacia.

Com isso, devido a alta competitividade no mercado de trabalho, a mudança de hábito social e exigência do consumidor é inegável a importância da adoção de ações do marketing no escritório de advocacia, com a finalidade do profissional construir novas oportunidades, estar passos a frente da concorrência, fidelizar o relacionamento com o cliente e parceiros e prospectar novos clientes de maneira estratégica e ética, todas elas conectadas integralmente ao objetivo fim do escritório.

 

www.ama.org

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Marketing proJuris
Sobre Marketing proJuris
A coluna Marketing Pro Juris é um espaço voltado para atualizar, instruir, ensinar e discutir estratégias de marketing jurídico aos operadores do direito, a fim de ampliar a forma como os profissionais enxergam a advocacia e facilitar a comunicação com o público em geral através da publicidade informativa.
Ele1 - Criar site de notícias