Quinta, 29 de Julho de 2021 09:17
(86) 9 9594-6614 / (86) 9 9865-1372
Brasil Brasil

Queiroga defende jornalistas nos grupos prioritários da vacinação

Ministro da Saúde afirmou que já submeteu pedido para decisão final da coordenação do plano de imunização para covid

12/06/2021 22h10 Atualizada há 2 meses
Por: Redação Fonte: R7
 Walterson Rosa/MS - 12/06/2021 - (Foto: Walterson Rosa/MS - 12/06/2021)
Walterson Rosa/MS - 12/06/2021 - (Foto: Walterson Rosa/MS - 12/06/2021)

O ministro da Saúde Marcelo Queiroga defendeu neste sábado (12) colocar os jornalistas entre os grupos prioritários da vacinação contra covid-19. "Eu já submeti à cordenação do PNI [Plano Nacional de Imunização] para que os jornalistas sejam considerados questão de prioridade. Naturalmente que não isso é uma decisão discricionária do ministro. Quem vai decidir é a Câmara Técnica do PNI".

A aprovação ou reprovação, contou Queiroga, dependerá da análise de critérios epidemiológicos do Brasil. 

O pedido para priorização já é alvo ações judiciais de entidades do setor, que apontam altos riscos e mortalidade para profissionais que trabalham na rua. Segundo a Fenaj (Federação Nacional dos Jornalistas), em média um jornalista morreu vítima da doença no Brasil no ano de 2021.

Ainda de acordo com a federação, 155 trabalhadores da comunicação morreram entre janeiro e o dia 3 de junho deste ano, um salto de 280% em relação aos óbitos registrados em 2020. Os grupos prioritários no Brasil somam 78,2 milhões das população. Destes, pouco mais de 55  milhões já foram vacinados com a primeira dose. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias