Quinta, 29 de Julho de 2021 09:12
(86) 9 9594-6614 / (86) 9 9865-1372
Piauí Júri Popular

PM vai a Júri Popular acusado de matar dono de bar em Teresina

A sentença de pronúncia foi dada no último dia 13 de julho pela juíza Cassia Lage de Macedo.

21/07/2021 06h45
Por: Nunes
DIVULGAÇÃO\ INTERNET
DIVULGAÇÃO\ INTERNET

A juíza Cassia Lage de Macedo, da 2ª Vara do Tribunal Popular do Júri de Teresina, determinou que o policial militar Gerson Ferreira Ponte seja submetido a julgamento pelo Tribunal do Júri pelo assassinato do empresário Antônio Francisco Alves da Silva, de 64 anos, em janeiro deste ano. A sentença de pronúncia foi dada no último dia 13 de julho.

De acordo com a denúncia do Ministério Público do Estado do Piauí, no dia 6 de janeiro deste ano Gerson Ferreira efetuou 4 disparos contra Antônio Francisco dentro do bar de sua propriedade durante uma discussão ocasionada porque, segundo o policial, a esposa da vítima estava lhe servindo cerveja quente propositalmente.

A vítima chegou a ser levada para o hospital onde ficou internada por 4 dias, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no dia 10 de janeiro. “Em razão dessa discussão, teria a vítima determinado que o acusado deixasse o estabelecimento comercial, o que ele teria se recusado a fazer, tendo a vítima, então, passado a agredir o réu com golpes de “pano de facão”, ocasião em que aquele teria, segundo a denúncia, desferido os disparos de arma de fogo que atingiram a vítima levando-a a óbito”, destacou a juíza na sentença

Em sua decisão, a magistrada ressaltou ainda que o acusado não poderia estar no estabelecimento visto que estava proibido de frequentar bares em cumprimento a medidas cautelares diversas da prisão, impostas em ação na qual é acusado dos crimes de desrespeito a superior e ameaça, motivo pelo qual ela indeferiu ainda o pedido de revogação da prisão preventiva.

 

 

Gp1

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias