Terça, 21 de Setembro de 2021 20:10
(86) 9 9594-6614 / (86) 9 9865-1372
Jurídico Anísio Neto

DHPP prende acusados de espancar o advogado Anísio Neto até a morte

Anísio Gomes da Silva Neto foi espancado até a morte no dia 6 de maio deste ano no bairro São Pedro.

10/09/2021 07h54
Por: Nunes
FOTO: REPRODUÇÃO
FOTO: REPRODUÇÃO

A Polícia Civil do Piauí, através do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa – DHPP, prendeu na manhã desta quinta-feira (09), dois indivíduos identificados pelas iniciais J.S.V. e R.A.S., acusados de participar do assassinato do advogado Anisio Gomes da Silva Neto, que foi espancado até a morte no dia 6 de maio deste ano, no bairro São Pedro, zona sul de Teresina.

De acordo com as informações repassadas pelo DHPP, foram deferidos os dois mandados de prisão contra os acusados após intenso trabalho de investigação que chegou na autoria do crime. Os mandados foram cumpridos nesta manhã pela equipe de investigadores do DHPP.

No dia do crime, o advogado Anísio Gomes estava sentado em um bar quando quatro indivíduos o abordaram e falaram que ele estava importunando uma adolescente. Logo em seguida, os quatro suspeitos desferiram vários golpes de pau, pedra e ferro.

 

Cena do crime foi alterada, disse OAB

O presidente da Comissão de Prerrogativas da OAB Piauí, Marcos Vinicius Nogueira, afirmou durante entrevista ao GP1 no dia 7 de maio, que foi constatado que houve alteração no local em que o advogado foi encontrado morto.

O advogado deu detalhes de como ocorreu o crime e disse que a perícia constatou que o ambiente em que Anísio Gomes Neto foi encontrado passou por limpeza, pois não havia manchas de sangue pelo chão. O advogado foi encontrado já sem vida sentado em uma cadeira dentro de uma casa onde ele se abrigou para fugir das agressões.

 

Relembre o caso

Anísio Gomes da Silva Neto foi assassinado, na noite do dia 6 de maio de 2021, no bairro São Pedro, zona sul de Teresina. De acordo com informações obtidas pelo GP1, o advogado foi espancado em via pública.

Anísio ainda conseguiu pedir socorro em uma casa, mas acabou não resistindo aos ferimentos, a maioria deles na cabeça, e morreu. O SAMU chegou a ser acionado, mas a vítima já estava sem vida. Conforme relatos de testemunhas à polícia, Anísio Neto teria falado algo contra uma garota, o que gerou o desentendimento com os suspeitos, que o atacaram e passaram a espancá-lo.

 

GP1

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias