Quinta, 02 de Dezembro de 2021
33°

Muitas nuvens

Teresina - PI

Dólar
R$ 5,63
Euro
R$ 6,39
Peso Arg.
R$ 0,06
Câmara dos Deputados Câmara dos Deputados

Comissão rejeita acesso de advogados ao sistema nacional de segurança pública

Najara Araújo/Câmara dos Deputados Subtenente Gonzaga: "Conferir a particulares tal responsabilidade seria violar a própria administração pública...

23/11/2021 às 00h16
Por: Redação Fonte: Agência Câmara de Notícias
Compartilhe:
Najara Araújo/Câmara dos Deputados Fonte: Agência Câmara de Notícias
Najara Araújo/Câmara dos Deputados Fonte: Agência Câmara de Notícias

A Comissão de Segurança Pública da Câmara dos Deputados rejeitou o Projeto de Lei 2163/19, que assegura aos advogados acesso aos dados do Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública (Sinesp), operado pelo Ministério da Justiça, e do Cadastro Nacional de Presos do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

De autoria do deputado Daniel Silveira (PSL-RJ), a proposta prevê que os advogados regularmente inscritos na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) poderão consultar informações sobre localização, movimentação, monitoramento, controle do cumprimento de ordens de prisão e soltura de presos.

Atualmente, segundo Silveira, o acesso ao Sinesp e ao cadastro de presos do CNJ é exclusivo de integrantes do sistema judicial, como juízes, defensores públicos e promotores. Silveira queria garantir tratamento igualitário a todos os profissionais que atuam na esfera judicial.

O projeto inicialmente recebeu parecer favorável, com emenda, do deputado Paulo Ramos (PDT-RJ). Porém, esse parecer foi rejeitado, e o deputado Subtenente Gonzaga (PDT-MG) foi nomeado relator do parecer vencedor, contrário à matéria.

Segundo Subtenente Gonzaga, tanto o Cadastro Nacional de Presos como o Sinesp foram criados para atuação exclusiva dos entes federados e seus agentes estatais. “A proposta busca assegurar aos advogados o cadastro e acesso para consulta de informações do preso nas plataformas, que são conferidos aos entes federados, ou seja, atividade essa que é intrínseca dos funcionários públicos, que são servidores estatais e dotados de fé pública, sendo imprópria e descabida a extensão à profissionais particulares, no caso os advogados”, disse. “Conferir a particulares tal responsabilidade seria violar a própria administração pública, constitucionalmente estruturada para esse fim”, completou.

O Cadastro Nacional de Presos mapeia a população carcerária brasileira e registra os mandados de prisão emitidos. Já o Sinesp reúne dados de boletins de ocorrência de todos os estados e do Distrito Federal, entre outras informações.

Tramitação
O projeto será analisado agora, em caráter conclusivo, pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Saiba mais sobre a tramitação de projetos de lei

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Teresina - PI Atualizado às 12h23 - Fonte: ClimaTempo
33°
Muitas nuvens

Mín. 25° Máx. 35°

Sex 33°C 24°C
Sáb 35°C 23°C
Dom 35°C 24°C
Seg 36°C 24°C
Ter 37°C 25°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Ele1 - Criar site de notícias