Terça, 01 de Dezembro de 2020 11:12
(86) 99527 0737
Tecnologia 5G

Governo Bolsonaro admite rever veto à Huawei na rede 5G do Brasil

Veto perde força com a derrota de Donald Trump nas eleições presidenciais dos Estados Unidos

19/11/2020 11h42
Por: Redacao
Foto: reprodução/ divulgação
Foto: reprodução/ divulgação

O governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) admite, reservadamente, rever a tendência do veto à participação empresa de tecnologia chinesa Huawei na construção da infraestrutura de telefonia 5G no país.

De acordo com informações apuradas pelo jornal Valor Econômico, o recuo tem como base a vitória do democrata Joe Biden – e concomitante derrota de Donald Trump – nas eleições presidenciais nos EUA deste ano.

Com a chegada de Biden, o discurso anti-China e o alinhamento quase automático com a Casa Branca não fica mais em pé, como na era Trump, o que dificulta a posição de Bolsonaro de se mostrar como inimigo do “globalismo”.

O veto à participação da Huawei poderia provocar, segundo integrantes do governo Bolsonaro, retaliações comerciais por parte dos chineses, o que assusta, sobretudo, o setor do agronegócio brasileiro.

Dados levantados pelo Metrópoles junto ao Ministério da Economia (ME) indicam que, entre janeiro e outubro deste ano, o Brasil já exportou mais de US$ 58,4 bilhões (R$ 312,6 bilhões na cotação atual) à China.

O valor registrado nos primeiros 10 meses deste ano, marcado pela crise econômica da pandemia do novo coronavírus, é o maior para o período de toda a série histórica disponibilizada pelo ME, iniciada em 1997.

 

 

METROPOLES

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias