Sábado, 06 de Junho de 2020 03:55
(86) 99527 0737
OAB-PI Jovens Advogados

Advogados falam sobre exercer advocacia em tempos de isolamento social

Em entrevista ao Jornal do advogado, jovens advogados falam sobre o momento de pandemia

31/03/2020 15h51 Atualizada há 2 meses
Por: Thamirys Moura
Advogados falam sobre exercer advocacia em tempos de isolamento social

O ano de 2020 iniciou com vários desafios para as pessoas de todo o mundo. A pandemia do Novo Coronavírus (COVID-19) está fazendo empresas e profissionais se “readaptarem” em meio ao novo cenário mundial.

Diante de tal fato, diversas medidas preventivas estão sendo tomadas no Brasil, de modo a minorar a transmissão da COVID-19 e os efeitos da doença sobre a população. Ocorre que a mencionada restrição não possui um alcance irrestrito, pois há atividades essenciais à população brasileira que não podem cessar, sob pena de um colapso da própria sociedade.

Portanto, frise-se que, nos termos do art. 133 da Constituição Federal e do art. 2º da Lei nº 8.906/1994, o advogado é INDISPENSÁVEL à administração da justiça, prestando serviço de interesse público e exercendo função social, ainda que atue apenas no âmbito privado.

Sabemos que a crise provocada pela pandemia pode e deve ter efeitos distintos para as grandes firmas (advogados/escritórios) do que para as médias e pequenas. Foi com esse escopo, e sabendo destas diferenças, que o Jornal do Advogado buscou reunir alguns advogados para representar a classe e falar sobre os desafios diante da pandemia do Covid-19.

Durante a entrevista com os Jovens Advogados, eles falaram como estão reagindo, prospectando e se reportando aos clientes diante as medidas de isolamento ocasionadas pelo COVID 19. Como estão se adaptando ao home office? Como estão os caixas? Qual o comportamento dos clientes? Como manter o ânimo? Foram alguns dos questionamentos realizados pela editora do Jornal do Advogado.

A Advogada Carla Nayara atua nas áreas cíveis, previdenciário e penal. Está nos seus primeiros anos de advocacia e encontrou nas postagens de informativo nas redes sociais uma ferramenta de trabalho. O diferencial de suas postagens está na escrita dos informativos, levando o conteúdo de maneira clara e sucinta para o entendimento mais facilitado dos leitores. “Nesse período de pandemia temos que nos reinventar, trazendo conteúdo de grande interesse e que seja dinâmico, ressaltou Carla.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O Advogado Previdenciário, Joseph Ribeiro, lembrou como no inicio da advocacia o jovem advogado busca por oportunidade em escritórios já renomados. E que também viu as redes sociais como ferramenta de trabalho a utilizando para produção de conteúdo e consultoria que chega a media duas por dia.

“Utilizo como logística nesse período de isolamento enviar as procurações por email e peço para os clientes imprimirem, assinar e enviar novamente para mim. Percebo a importância do feedback para o cliente como forma de demonstrar zelo pelo processo”, finalizou o advogado.

  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A análise do conteúdo serve para a criação de autoridade e a demonstração do domínio sobre o tema. Em razão disso, a Advogada Trabalhista Júnia Benvindo faz uma distribuição dos conteúdos e separa dois dias na semana para realizar feedbacks com informações dos processos para os clientes.

“É uma época de ansiedade não podemos exigir do jovem advogado como de um advogado que possui anos exercendo a advocacia e, além disso, tendo uma carteira de clientes fixo”, ressaltou Junia.

Explicar os inúmeros movimentos do governo tem sido fundamental. Os entrevistados dão como dicas para os jovens advogados trabalhar com informativos e lutar contra as fakes News.

Ao final, o que ficou foi um tom de benevolência. Todos estão conscientes do problema, mas estão enfrentando com calma sem tomar medidas com precipitação. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias