Sexta, 23 de Abril de 2021 15:07
(86) 99527 0737
Brasil Posicionamento

Brasil precisa se posicionar na OMC pela quebra de patentes de vacinas contra a covid-19, diz Paim

Em pronunciamento nesta terça-feira (6), o senador Paulo Paim (PT-RS) pediu que o Brasil mude de posição e vote a favor da quebra temporária de pat...

07/04/2021 00h33 Atualizada há 2 semanas
Por: Redacao Fonte: Agência Senado
Reprodução Tv Senado Fonte: Agência Senado
Reprodução Tv Senado Fonte: Agência Senado

Em pronunciamento nesta terça-feira (6), o senador Paulo Paim (PT-RS) pediu que o Brasil mude de posição e vote a favor da quebra temporária de patentes de vacinas contra a  ovid-19, quando o assunto voltar a ser discutido, em abril, pela Organização Mundial do Comércio.

Ele classificou com um absurdo que mais de 100 países pobres ainda não tenham começado a vacinação e criticou os que veem a produção de vacinas como uma questão apenas comercial e visando o lucro.

— A chamada quebra de patentes ou licença temporária é uma solução viável, ou seja, a fórmula, a receita, para se produzir a vacina se tornaria pública, um bem público da humanidade e dessa maneira, os laboratórios dos países pobres e em desenvolvimento poderiam também produzir, como é o caso do Brasil — ressaltou.   

Paim afirmou que, de acordo com especialistas, o Brasil poderia começar a produzir as vacinas em um prazo de 90 dias, se fosse aprovada a licença temporária. Assim, além de ter condições de vacinar toda a população a um custo bem menor, o País ainda poderia fornecer vacinas a outras nações.   

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias