Terça, 21 de Setembro de 2021 19:23
(86) 9 9594-6614 / (86) 9 9865-1372
Artigo Empoderamento

Empoderamento das mulheres nas empresas gera ganhos

MULHERES

13/04/2021 09h50 Atualizada há 5 meses
Por: Camila Nery
Foto: Layanne Oliveira/Jornal do Advogado
Foto: Layanne Oliveira/Jornal do Advogado

Segundo a ONU Mulheres Brasil e a Rede Brasil do Pacto Global o empoderamento das mulheres no ambiente de trabalho é um passo necessário e fundamental para o bom desenvolvimento da empresa, permitindo que ela e toda a economia cresçam de uma forma duradoura e sustentável.

Assim, o referido estudo observou que empoderar as mulheres para que participem integralmente de todos os setores da economia e em todos os níveis de atividade econômica é essencial para estabelecer sociedades mais estáveis e justas, atingir os objetivos de desenvolvimento, sustentabilidade e direitos humanos internacionais reconhecidos, melhorar a qualidade de vida para as mulheres, homens, família e comunidades e impulsionar as operações e as metas dos negócios.[1]

Porém, é igualmente sabido que assegurar a inclusão das mulheres no mercado de trabalho requer ações afirmativas e políticas públicas, nesse sentir “Os Princípios de Empoderamento das Mulheres” conferem um conjunto de considerações possíveis e reais que ajudam o setor privado a se concentrar nos elementos-chave para a promoção da igualdade entre homens e mulheres no local de trabalho e na comunidade.

Em um mundo cada vez mais globalizado e interligado, a utilização de todos os ativos socioeconômicos é fundamental para o desenvolvimento dos negócios e sustentabilidade do planeta, assim, utilizar a mão de obra feminina é impulsionar positivamente as empresas com mão de obra disponível no mercado, contribuindo para a melhoria de vida destas mulheres e viabilizando uma perspectiva positiva em seu contexto familiar, econômico e social.

Quase todos os países, especialmente os mais ricos, têm afirmado o valor do trabalho das mulheres, reconhecendo as normas contidas nos tratados internacionais de direitos humanos, que articulam, para as nações, uma variedade de direitos civis, políticos, econômicos, sociais e culturais.

Tais normas internacionais permitem a construção de uma sociedade em que as oportunidades estejam abertas a todos e a todas, um mundo em que as pessoas possam ter oportunidades iguais, possam viver livres de violência, com amparo legal e proteção do Estado. Muito embora muitos direitos já tenham sido conquistados, ainda não se atingiu uma participação equilibrada das mulheres nos diversos postos de trabalho, desde a presidência da empresa até o chão da fábrica e a cadeia de suprimentos.

A ONU Mulheres, o Pacto Global, o Banco Mundial e o Fórum Econômico, desenvolvem pesquisas onde surgem indicadores que apontam a importância da inclusão das mulheres no mercado de trabalho como condutor para o desenvolvimento sustentável, permitindo assim que aquela nação alcance os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável em 2030.



[1] Cartilha ONU Mulheres. Princípio de empoderamento das mulheres.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Direitos Humanos em debate
Sobre Direitos Humanos em debate
Advogada Camila Nery cria neste espaço um dialogo com a comunidade sobre direitos humanos fundamentais, com o propósito de ampliar o conhecimento para afastar discursos rasos e banais, construindo uma rede de saberes e valores.
Ele1 - Criar site de notícias